Primeiras impressões de Berlim

Brandenburg Gate

Berlim é uma cidade organizada, com um farto e integrado transporte público e muitas opções de lazer com crianças. Segue abaixo a ficha técnica da viagem.

  • Periodo de estadia: 01/11 a 06/11/14
  • Temperatura: Mín 10 graus e máx 17 graus
  • Hotel: Holyday Inn 
  • Transporte: Utilizamos o metrô em quase toda a viagem. Fizemos um passeio de bike tour onde eles apresentam os principais pontos turísticos da cidade. Além disso, fizemos um City tour porque a Ester queria andar naquele ônibus de 2 andares de qualquer jeito.
  • O que mudaria na viagem? Acho que errei na passagem aérea. Compramos a passagens pela BT (British Airways) com conexão em Londres. Achei o espaço interno muito apertado. Isso transformou o vôo em um completo massacre...
  • População: Os alemães são muito hospitaleiros e descomplicados. Vão direto ao ponto quando você não faz alguma coisa dentro da regra. Como em geral também somos assim (salvo casos que cometemos falhas por desconhecimento da língua ou distração) não tivemos nenhum problema.
  • Culinária: Os pães são imperdíveis, struddel e o purê de maçã. As cervejas (dispensam comentários)... quem gosta pode escolher qualquer marca que vai gostar.
  • Ítem que amou ter levado na mala: assentos sanitários, vara mágica (apesar de não poder usar nos museus) e adaptador de tomadas.
  • O que sentiu falta? acetona, esmalte e tesoura de unha
  • Micos da viagem: Estava na fila do banheiro feminino (que para variar estava imensa) quando uma senhora me disse alguma coisa em alemão apontando para o banheiro masculino). Eu deduzi que tratáva-se de um banheiro familiar. Como estava vazio entrei com a Ester na cabine. Quando abri a porta me deparei com vários homens no mictório. Ester perguntou o que eles estavam fazendo no banheiro das mulheres. Sai correndo de lá para lavar a mão no banheiro feminino. 

Nos próximos posts vou detalhar o que fiz em cada dia na capital Alemã. Como Ester foi conosco o roteiro foi muito adaptado ao gosto infantil baseado nas dicas do blog da Claudia Bohelms, mas cá para nós eu curti muitoooo!!!

Dia 1: Aquarium e Zôo de Berlim

Aquarium

No roteiro que organizei nós iríamos a um Zoológico denominado Tiegarten, mas quando saímos do hotel nos deparamos com um Zoológico a 5 minutos a pé. Nós achamos a fachada tão bonita que resolvemos alterar a programação. Pagamos € 20,00 (por adulto) e € 10,00 para a Ester pela entrada dos 2 parques.

#1 Aquarium: Tanques enormes com várias espécies (tubarão, tartarugas marinhas, peixes, algas e etc). Explicações em inglês, banheiro com boa infraestrutura, restaurante com menu infantil (junk food). Na saída do Aquarium apresentamos o ticket do zoológico e nos deparamos com um lindo domingo de sol.

#2 Zoológico: Ficamos o dia inteiro e ainda ficou uma ala que não deu tempo para conhecer. Lá dentro ainda tinha um parque com direito a escorrega, balanços, barco com escalada e muitas crianças brincando. Foi uma luta para tirar ela para almoçar... Almoçamos as 16h, pois ainda estávamos no fuso do Brasil. Depois seguimos para conhecer o restante do parque. Uma das coisas que me chamou a atenção foi que dentro do Zôo tinha umas máquinas que ao depositar alguns cents recebia em troca ração para alimentar os animais da fazendinha. Depois eu posto um vídeo que gravei de um bebê dando ração para uma cabra. Pessoalmente eu achei aquilo um pouco perigoso, mas os alemães são muito despreocupados com segurança.

Endereço:  Charlottenburg – 10787 – Berlim
Entrada “Portão dos Leões”: Hardenbergplatz, 8
Entrada “Portão dos Elefantes”:  Budapester Strasse, 34

Como Chegar:
S-Bahn: Linhas S5, S7, S75, estação Zoologischer Garten
U-Bahn: Linhas U2 e U9 estação  Zoologischer Garten
Ônibus: Linhas 100 e 200, parada Breitscheidplatz

  • Zoológico de Berlim

    Lago dos Ursos. Escultura em mármore.

  • Zoológico de Berlim

    Esta estátua fica localizada na saída do Aquarium. Como nosso ingresso foi em combo pudemos ter acesso interno ao Zoológico.

  • Ester e o Urso

    Ester ficou fascinada por ursos, pois aqui tem muitas estátuas de urso espalhados pela cidade.

Zoo Aquarium

Filmagem de um dos aquários do Zoo de Berlim.

Aquarim

Aquarium

Dona Girafa

Esse parquinho é demais

Hallo Kinder

Dia 4: Deutsches Technikmuseum e City Tour

City Tour em Berlim

Este dia foi dedicado a visita do Museu de tecnologia, também indicado pelo blog da Claudia. Pegamos o metrô e em apenas algumas estações chegamos ao museu.

#1 Deutsches Technikmuseum: Este museu é bem interessante, pois além da interativa, você pode conhecer um pouco da história dos principais pilotos alemães. Lá tinha sido uma fábrica de tecido e consta na exposição as máquinas, maquetes, mostras de tecidos e etc. O museu era maior que o previsto. Tinha 3 andares com um acervo muito rico: aviões de guerra, navios, uma simulação de um submarino e um deque onde você consegue ver a cidade do alto. O único ponto negativo é que somente os áudios dos pilotos estavam em inglês, as demais explicações somente em alemão. 

  • Endereço:  Leipziger Straße 16
  • Preço: € 13,00 (ticket família)

Pegamos novamente o metrô e como estávamos sem fome resolvemos fazer o City Tour, pois Ester estava louca para andar naquele ônibus de 2 andares. Como estávamos exaustos e ainda era cedo para voltar ao hotel, resolvemos ceder a sua vontade.

#2 City Tour: O city tour dura 2 horas direto ou você pode descer em um ponto turístico para tirar fotos e voltar em outro horário. Como estávamos cansados, optamos por ficar no ônibus. Eles nos cobraram € 20,00 pela família. Foi interessante fazer o City Tour, pois percebemos que tinha um local que tinha ficado de fora que foi o Checkpoint Charlie. Um único local durante o período do muro, onde era permitido que pessoas do Oriente e Ocidente se encontrassem. La aprendemos alguns fatos históricos que estavam mais perto do hotel e que não foram cobertos pelo tour da bike.

#3 fotos pela Avenida de compras famosa (Champs Eliseé de Berlim)

Almoço em um restaurante no Europa Center e retorno ao hotel.

Dia 2: Reichstag, Legoland, Brandenburg Gate e Bike Tour

40 anos do André. A cidade escolhida para celebração foi Berlim.

No segundo dia, fizemos um misto de passeio de criança e adultos, pois era aniversário do André e aproveitamos para visitar o Reischtag (Parlamento Alemão). Eu tinha lido em um blog que a visita é agendada e você pode fazer o registro online. Meu erro foi achar que podia fazer a reserva com 1 dia de antecedência. Enfrentamos uma fila de 1 hora e depois seguimos o roteiro do dia:

#1 Branderburg Gate: Fomos para o portal de Brandenburg e tiramos muitas fotos. Aproveitamos para andar um pouco e ver as fotos com um mural exposto no local. É claro que não ficamos muito tempo, pois Ester estava ansiosa para ir a Legoland Discovery Center. 

#2 Passeio de Bike I: Não estava na programação do dia fazer um passeio de bike, mas como não estávamos ainda ambientados com a cidade resolvemos ver se dava para ir até a Legoland neste meio de transporte que é tão comum em Berlim. O rapaz nos cobrou  10,00 e nos levou até a Legoland. Ele ainda deu uma breve explicação sobre os pontos turísticos a medida com que passávamos em frente aos locais. Apesar da tentativa de falar inglês, era muito difícil compreender o que ele dizia, mas valeu pela hospitalidade. Ele ainda tirou fotos quando chegamos ao nosso destino.

#3 Legoland Discovery Center: Quando vi a loja fiquei um pouco decepcionada, pois achei caro e aparentemente pequeno, mas como tinha sido muito recomendado resolvemos entrar. Ao descer a escada nos deparamos com uma espécie de maquetes de lego com vários cenários: réplicas de monumentos de Berlim, cenários de filmes (Harry Poter, Star Wars, Simpsons...). No segundo piso, tinha vários brinquedos, cinema 4D (em alemão), fábrica (onde explicava como era feito a peça do lego também em alemão), mas deu para entender o processo mesmo sem compreender a língua. Na cafeteria tinha uma argentina que falava português e foi o nosso anjo da guarda. Tudo que eu tinha dúvida ia correndo perguntar a ela. Quando fomos embora fui agradecê-la pela ajuda e ela saiu do balcão e veio me dar um abraço. Ester saiu de lá empolgadíssima. Pagamos € 51,00 pelo ticket familiar simples. Na compra pela internet você pode conseguir um bom desconto.

#4 Passeio de Bike II (guia Espanhol): Como estávamos exaustos, pegamos outra bike e voltamos para a visita do Reischtag que estava prevista para as 18:15. Conhecemos um guia Espanhol que quando disse que éramos brasileiros se ofereceu para apresentar a cidade em portunhol. Isso foi ótimo, pois ficou mais fácil entender alguns fatos históricos que tinha passado desapercebido com o outro guia.  Este cobrou € 24,00 pois fez um tour maior conosco. Valeu a pena!

#5 Reichstag:  Chegamos um pouco mais cedo que o previsto a visita ao Parlamento Alemão. Aproveitamos para comer alguma coisa antes da visita. No horário previsto, passamos pela revista, pegamos o guide (em português) e subimos a rampa para a visita até a cúpula. O local tem uma visita incrível e pudemos entender alguns prédios que ainda não tínhamos visitado. A visita é gratuita e dura em torno de 30 minutos. A reserva tem que ser feita com pelo menos 1 semana de antecedência (aprendam com nosso erro!!).

No caminho Ester fez questão de comprar uma rosquinha Donuts. Só depois é que descobri o plano dela. Ela queria cantar parabéns para o pai e como não tínhamos comprado o bolo. Ela deu o jeito dela! Quando André foi tomar banho ela me contou o maravilhoso plano dela. Quando ele saiu do banho estávamos ao lado da rosquinha cantando parabéns para você... 

Nossa família fez uma vídeo chamada pelo aplicativo IMO (aplicativo gratuito para vídeo chamada) para dar os parabéns pelo aniversário de 40 anos do André. Foi um dia que ficará sempre nas nossas memórias e corações.

  • Legoland Discovery Center

    A Legoland fica localizada no prédio da Sony Center. O prédio é lindo. A noite ele tem uma iluminação especial que fica ainda mais bonito. Você pode comprar as entradas antecipadas com descontos.

  • Leão em Lego

    Depois que você paga os ingressos e desce as escadas você verá um andar repletos de esculturas em Lego. Ainda um brinquedo (tipo o trem fantasma) que eles tiram uma foto e depois te oferecem por € 8,00 (lance mínimo).

  • Reichstag (Parlamento Alemão)

    Escolhi este local para comemorar o aniversário de 40 anos do André. No terraço tem um excelente restaurante, mas estávamos muito cansados e decidimos voltar para casa e comer alguma coisa perto do hotel (Restaurante Loggia)

  • Brandenburg gate

    O portal de Brandenburg separava as 2 Alemanhas. Lá foi o palco do show de comemoração aos 25 anos da queda do muro.

  • Reichstag

    Entrada do Reichstag antes de subir a cúpula.

  • Em cima do seu cavalinho preferido

    Lá pelas tantas ela estava cansada de tanto andar e pediu ao pai para subir na corcunda. Ele chegou em casa exausto, mas não conseguiu negar este pedido de sua princesinha.

Dia 3: Museum für Naturkunde, Museum für Kommunikation e Ritter Sport

Este dia foi dedicado a visita dos Museus indicados pelo blog da Claudia Bohelms. Tentei fazer os ítens do roteiro que ela destacou que fosse de fácil acesso e que achava que iria interessar a Ester. Sendo assim, fizemos o passeio na seguinte ordem:

#1 Museum für Kommunikation: Dedicamos a manhã para conhecer o museu, pois no blog que tinha lido dizia que tinha 3 robôs que recebiam as crianças. Achei que isso poderia trazer mais interesse a Ester. O museu é completamente interativo e possui muitas atrações que estimulam a imaginação e a vontade de aprender de uma forma lúdica. Ester amou jogar bola com os robôs. Como o museu estava relativamente vazio, pois era dia de semana, pudemos brincar bastante com eles. No subsolo, tem uns totens com vários fatos interessantes, tais como: o astronauta alemão que fez um selo raro que ele enviou do espaço e uma das cartas está exibida no museu, a réplica de um aparelho telefônica, a patente do código morse e outros fatos interessantes. Como já estava ficando na hora do almoço, íamos procurar em volta do museu um local para comer. Para minha surpresa dentro do Museu tem um bistrô que fica bem escondido (à direita da recepção). Ele fica atrás de uma imensa e pesada porta de madeira e não tem nenhuma placa. Eles deixam um pequeno quadro negro com o cardápio do dia. Quando você abre a porta se depara com um lindo e silencioso restaurante que serve uma comida deliciosa a preços justos. Só tem um ponto negativo é que é proibido tirar fotos dentro do museu. 

  • Endereço: Leipziger StraBe 16
  • Como chegar? Linha U2/U6 até a Estação Stadmitte ou MohrenstraBe (linha U2)
  • Preço:  11,00 (ticket família)

Após o almoço, pegamos novamente o metrô, rumo ao Museum Naturkunde (História Natural)

#2 Museum für Naturkunde

A fachada do Museu impressiona pela arquitetura. O mesmo possui 3 andares enormes repletos de atividades para crianças. Logo na entrada você se depara com esqueleto de dinossauro enorme. No canto à direita um binóculo onde eles simulam que o dinossauro está voltando a vida em seu habitat natural. Ao lado tem uma explicação do sistema solar, onde você assiste um filme (em alemão) onde explicam a teoria evolucionista de criação da terra e dos planetas. O filme passa no intervalo de cada 7 minutos. Para assistir, basta você aguardar a liberação do sofá e olhar para o teto para assistir ao filme que dura aproximadamente 6 minutos. Como o filme é muito auto explicativo, a barreira da língua não atrapalha o entendimento. Além disso, ainda tinha uma exposição itinerante sobre insetos. Não conseguimos ver as demais alas do museu, pois jà estava anoitecendo e ainda tínhamos que pegar o metrô.

Havia prometido que levaria Ester a uma loja de chocolate. Como promessa é dívida, partimos para encontrar a tal loja.

  • Endereço: InvalidenstaBe 5
  • Como chegar? Linha U6 até a Estação Naturkundemuseum
  • Preço: € 13,00 (ticket família)

#3 Ritter Sport - Chocolateria Alemã

Fomos visitar a loja de 3 andares localizada na rua Franzosische Strabe 24. Lá a criança pode criar o seu próprio chocolate por apenas  3,90 e aguardar aproximadamente 30 minutos para ficar pronto. Enquanto espera o visitante pode aproveitar para conhecer a loja (que vende diversos produtos da marca) ou visitar o museu que fica no segundo andar. Lá eles explicam o processo de produção do chocolate desde a colheita do cacau na Nicarágua até a barra de chocolate. A criança pode tirar foto em um painel (tipo quebra-cabeça) ou você pode sentar no bar e tomar um delicioso chocolate quente. Passado o tempo de espera fomos buscar o nosso chocolate e voltamos felizes da vida para casa. A chocolateria da Rita Spoter fica localizada:

Endereço: Französische Straße 24 (fica perto da estação do metrô)

Tem outra chocolateria que fizemos no passeio de bike que é mais bonita do que essa. Lá tem esculturas dos prédios de Berlim em chocolate. Como estávamos com horário apertado não entramos para comer um chocolate. 

  • Museum für Kommunikation

    Este museu vale e muito a visita. Nos divertimos muito com os robôs e brincadeiras interativas. Infelizmente não pode tirar fotos internas do museu.

  • Museum für Naturkunde

    O maior esqueleto de dinossauro do mundo. O museu tem 3 pavimentos. Só conseguimos ver o primeiro. Estávamos exaustos!!!

  • Museum für Naturkunde

    Tinha uma exposição temporária que falava sobre as doenças causadas por mosquito. Tudo era voltado para interatividade e educação.

  • Deutsches Technikmuseum

    Museu dedicado a tecnologia (aviões, navios, submarino e etc). No início do museu tem uma exposição de máquinas antigas, pois o museu fica localizado em uma antiga fábrica.

  • Deutsches Technikmuseum

    Ester esbanjando charme no Museu. Tudo é planejado para a criança interagir. O único ponto negativo deste museu é que nem tudo é traduzido para o inglês.

  • Deutsches Technikmuseum

    Essa é a área externa do Museu. Lá tem alguns destroços de aviões que participaram da II Guerra Mundial. Lá tem uma réplica de um submarino que achei o máximo.

Dia 5: CheckPoint Charlie e Jantar no Europa Center

Tínhamos transfer marcado as 14:50 para o aeroporto rumo a Viena e só tínhamos uma manhã para fazer algum programa rapido. Decidimos visitar o checkpoint Charlie. O único local que era permitido o encontro da Alemanha Oriental e Ocidental. O museu não é grande e conta histórias das familias que foram separadas nesta triste história que marcou muito a vida dos alemães. Tudo era traduzido para o inglês, tinha carros que tinham participado de fugas mirabolantes, cartas, áudios, pinturas e muitas fotos. Este foi o único programa que nós fizemos que não indico para levar crianças. Ele não tem cenas fortes, mas também não tem nada que as atraia. Percebemos que a Ester ficou muito estressada e aceleramos a visita. 

Depois fomos almoçar no Europa Center e nos despedir do maravilhoso struddel que eles serviam lá.

Checkpoint Charlie

Muro de Berlim

Último jantar em Berlim

By, By Berlim. Já estamos com saudades